Imagem retirada de https://wikioso.org/qual-significado-de-cade-significado-de-cade/
Imagem retirada de https://wikioso.org/qual-significado-de-cade-significado-de-cade/

O Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) deu sinal verde para duas operações importantes no setor de saúde. Em fato relevante publicado nesta segunda-feira (19), a Cremer informou que o superintendente geral do órgão antitruste aprovou sem restrições a venda da empresa para a distribuidora de medicamentos e produtos de saúde CM Hospitalar.

Segundo o comunicado (leia o resumo aqui), a decisão ainda está sujeita a recursos de terceiros por 15 dias. A conclusão da venda depende também do cumprimento das demais condições precedentes estabelecidas no contrato de compra e venda de ações, como a obtenção de consentimento dos credores da companhia e determinadas contrapartes em contratos relevantes.

LEIA MAIS: Setor de life sciences

Após a conclusão da transação, a CM Hospitalar tem um prazo de até 30 dias para submeter à Comissão de Valores Mobiliários (CVM) o pedido de registro de uma oferta pública obrigatória para a aquisição das ações (OPA) de emissão da companhia detidas pelos acionistas minoritários. A estrutura da OPA não foi definida e será comunicada ao mercado quando estabelecida.

A CM pertence ao grupo Mafra e tem como acionistas os empresários Carlos Mafra e Cleber Ribeiro, com 63% de participação cada. A DNA Capital, empresa de investimentos que pertence à família Bueno, fundadora da Amil, detêm os outros 37% da CM.

A segunda operação se refere à formação de uma joint venture entre Amil e Diagnósticos da América (Dasa), considerada a maior empresa prestadora de serviços de medicina diagnóstica da América Latina. Como as duas empresas são entrantes no segmento de clínicas populares, setor em que não há precedentes, a operação recebeu o aval da autarquia.

Cada companhia deterá 50% de participação na nova empresa formada, a Clinijá, que vai operar inicialmente nas cidades de São Paulo, Rio de Janeiro e Duque de Caxias.

O parecer do Cade afirma que as sobreposições da operação não levantam grandes preocupações concorrenciais. Assim, o mercado relevante de clínicas populares poderá ser explorado de forma mais precisa e com maior profundidade em operações futuras, se necessário.

Fonte: Lexis 360º