Imagem retirada de https://guiadafarmacia.com.br/atencao-ao-checkout/
Imagem retirada de https://guiadafarmacia.com.br/atencao-ao-checkout/

Em 2018, o varejo farmacêutico brasileiro chegou a 105.979 mil lojas de acordo com o Conselho Federal de Farmácia (CFF). A maior parte destes pontos de venda são farmácias e drogarias privadas, que chegaram a 87.794 mil unidades em todo o país. Por outro lado, 8.373 mil destas lojas tem como atividade a manipulação de fórmulas e vendas de remédios homeopáticos. Os dados do CFF mostram ainda que somando as farmácias existentes no Brasil, 11.251 mil delas são públicas enquanto hospitalares chegam a 6.934 mil.

Já as distribuidoras de medicamentos contabilizam, ao todo, 4.436 mil unidades espalhadas pelo país. Além das lojas de rua, que predominam no mercado brasileiro, outros locais de venda de produtos farmacêuticos são os shopping centers, galerias, supermercados, aeroportos e rodoviárias do país. Nas grandes metrópoles com mais de 300 mil habitantes as redes controladas por grandes empresas do setor são a maioria. Em contrapartida, em municípios pequenos com menos de 50 mil habitantes, as farmácias e drogarias independentes prevalecem. O Sudeste brasileiro responde por 42,6% do total de lojas do varejo farmacêutico no país, seguido por Nordeste, com 24%; Sul com 16%; Centro-Oeste 9,9% e Norte 7,5%.

Fonte: Mundo Marketing